Guia do Condicionador – Tratando problemas – Parte 3

Nada mais normal do que ver as pessoas se queixando de algum problema capilar, este sendo queda de cabelo, ressecamento, queda, pontas duplas, entre outros. Entretanto, como falamos nas outras partes deste assunto, as pessoas não sabem é que, com pequenos cuidados diários e com pouco dinheiro, é possível melhorar, e muito, os fios, sanando o problema ou somente mantendo os cabelos bonitos e saudáveis.

Pensando, primeiro, em como escolher os produtos para tratar seus fios, pense nas características dos mesmos. Dê uma olhada nos primeiros posts sobre este assunto para você descobrir qual o estilo do seu cabelo, se ele é seco ou oleoso, liso ou crespo etc.

Tratamentos para vários tipos de problemas capilares

Link direto para o tratamento: » Cabelos Ressecados     » Pontas Duplas      » Queda de Cabelos

Vamos falar então de alguns dos problemas mais recorrentes e como amenizar ou sanar eles de forma simples e barata, com produtos de uso diário:

Tratamento para Cabelos Ressecados

cabelos ressecados tratamentosEntre os problemas, esse é o mais recorrente, independente da estação. Algumas pessoas percebem o cabelo mais ressecado no final do verão, isso levando em consideração todas as intempéries que são relacionadas a esta estação, como vento, sol, areia, cloro da piscina e sal do mar. Outras já veem o inverno como o maior vilão, com seu tempo seco e frio. Os produtos químicos que usamos para tingir e alisar os fios também tem grande contribuição para que os cabelos entrem nesse estado.

Contudo, não é nada difícil restituir a condição saudável do cabelo. O principal foco, pensando em cabelos ressecados , é trazer a umidade natural de volta aos fios. Por isso, é muito importante usar sempre o condicionador, somente aquele que condizer com o seu tipo de cabelo. As hidratações, provavelmente, serão as mais importantes na hora que tratar seus fios. Escolha os cremes de tratamento que possuam óleo em sua composição. O óleo deixa os fios com o aspecto menos seco, além de puxar mais umidade para o interior do fio capilar.

Uma dica muito importante, em se tratando de cabelos ressecados, é usar o secador e a chapinha com cuidado. Eles tiram a umidade natural do fio, além de secá-los, é claro. Portanto, na hora de secar os cabelos, use produtos que sejam para esse fim, os quais protejam os fios do calor do secador e da chapinha. Produtos próprios para ser usados antes de secar os cabelos formam uma película protetora, não deixando a umidade sair dos fios. Por isso, eles são os mais indicados para cabelos já ressecados e para aqueles que ainda estão saudáveis, somente para não estragá-los.

Tratamento para Pontas Duplas

tratamento cabelos com pontas duplasExistem vários produtos que prometem acabar com as pontas duplas. Entretanto, uma vez estragada, somente cortando as pontas para realmente melhorar o aspecto do cabelo. As pontas duplas não se colam com o uso de produtos milagrosos. O que pode ser feito é evitar o aparecimento destas. E é disso que iremos falar.

O fio capilar possui várias camadas. Essas camadas protegem o córtex, área que irriga os fios, nutrindo-os (cai por terra a velha história que os cabelos estão mortos, não é mesmo?!). Pois bem, existem muitas camadas, as quais irão proteger essa “medula” no interior de cada fio. O mal cuidado com os cabelos pode levar a perda de algumas camadas. Quando o cabelo se divide em duas pontas, ou mais, são essas camadas sendo retiradas de seus locais de origem. O cabelo fica mais frágil quando isso acontece.

Primeiro retira-se as pontas danificadas, depois se começa a cuidar do que resta do cabelo. Como alguns fios ainda estão com o córtex protegido, vá atrás de bons produtos, banhos de creme e, é claro, produtos para usar nas pontas dos fios. Novamente, reforçando a ideia do condicionador com óleo, este age mais profundamente nos fios, nutrindo eles de fora para dentro.

A alimentação também contribui muito na hora do cabelo diminuir as pontas duplas. Afinal, o córtex irá nutrir seus fios, auxiliando na hora das camadas se manterem firmes e fortes protegendo o miolo do fio.

Tratamento para Queda de Cabelo

tratamento queda de cabelos mulheresÉ muito importante ir ao fundo deste problema. Porque, neste caso, ele pode ser de fundo emocional, problemas nutricionais, produtos ruins usados nos cabelos e no couro cabeludo, químicas mal feitas, e, é claro, enfraquecimento dos fios devido a problemas mais comuns.

Para descobrir qual é realmente o problema, e direcionar o tratamento, vá ao médico, faça exames, especialmente de sangue. Detectado o problema, busque o melhor tratamento para que seus fios parem de cair.

Antes de tudo, saiba que é normal você perder certa quantidade de fios. A média é de 30 a 50 por dia. Algumas pessoas perdem mais, especialmente aquelas que possuem mais cabelo. Por isso, descubra se o seu caso é uma queda anormal ou somente a queda diária de fios.

Comece mudando sua alimentação. Alimentos muito gordurosos, açucarados, com poucos nutrientes podem, muitas vezes, aumentar a queda. Alimentos oleaginosos fortificam as raízes dos cabelos, devendo ser consumidos com moderação, pois são calóricos.

Diminua o uso de prendedores de cabelo, eles também podem aumentar a queda de cabelos. Xuxinhas, presilhas, escovas, entre outros, fazem tração nos fios, puxando-os. Diminuir o uso desses poderia melhorar os fios e abrandar a queda. Além disso, o calor do secador e da chapinha, especialmente quando muito próximo ao couro cabeludo, poderia danificar as raízes, fazendo com que os fios caissem.

Cuidado com os produtos químicos usados nos fios. Se você observou que seus fios caíram mais depois de certo tratamento, não o repita. Suspenda o tratamento assim que você observar algo anormal em seus fios.

O médico dermatologista poderá identificar melhor qual o real problema que está acontecendo com seus fios. Portanto, não deixe de consultá-lo antes de qualquer procedimento ou tratamento.

Guia do condicionador – Escolha o melhor produto para seus cabelos – Parte 2

Já falamos de alguns tipos de cabelos na primeira parte deste post. Dessa vez vamos falar de mais alguns tipos, como cuidar e, o mais importante, como usar o condicionador em cada um deles. Como os cabelos possuem vários tipos, constituições e problemas, os posts foram divididos, para não ficar longa e cansativa a leitura. Se você quer saber mais sobre cabelos secos, oleosos ou mistos dê uma passadinha na primeira parte deste assunto.

Outra noção importante que devemos ter, que nem sempre um cabelo é só seco, só oleoso ou só misto. Ele pode ser seco e ondulado, seco e liso, seco e crespo, ou, é claro, oleoso e ondulado, oleoso e liso, e assim por diante. Por isso, não deixe de passar no post anterior para identificar como é o seu cabelo.

Para este post, vamos falar sobre mais três tipos de cabelo: os lisos, os ondulados e os crespos. Estes três são muito comuns, especialmente o crespo e ondulado em nosso país tão mestiço. Mais para frente iremos falar dos problemas e químicas.

Identifique, abaixo, qual é o estilo do seu cabelo e o melhor tipo de condicionador:

Cabelo Liso

cabelo liso melhor condicionadorSonho de muita gente por aí, os cabelos lisos são mais finos e possuem a característica de serem retos e maleáveis. Entre esse estilo, existem várias subcategorias, em que pessoas possuem mais cabelos, deixando ele mais volumoso, mesmo sendo liso; outras pessoas possuem cabelo mais ralo; é há quem tenha cabelo pesado.

Para esse cabelo, normalmente, o estilo oleoso ou misto são os mais vistos. Quando o cabelo está seco, provavelmente, é devido a algum tratamento ou química que pode ter danificados os fios e, também, as glândulas sebáceas. Quando se realiza algum tratamento químico no cabelo, como tintura, é muito comum observar os fios ficarem mais secos e, até mesmo, ondularem.

Para aquelas que somente querem cuidar dos fios e, ainda, não possuem químicas, os cabelos lisos são os mais fáceis de manipular e manter bonito. Como foi dito no post anterior, procure pelo condicionador que mais tem a ver com seu cabelo. Claro, é importante observar o tipo do cabelo, ou seja, liso seco, liso oleoso ou liso misto. O produto específico para o seu cabelo será aquele que melhor te dará benefícios.

Como o normal dos cabelos lisos é serem finos e leves, eles embaraçam facilmente. Por isso, ainda com o creme condicionador, reparta os fios em mechas e desembaraçasse. Faça isso com condicionador nos fios, nunca seco, pois poderia dar frizz, quebrá-los ou embaraçá-los ainda mais.

Não deixe de usar silicone, especialmente nas pontas dos cabelos. Como é um cabelo leve e fino, é comum criar pontas duplas. Por isso, como silicone, as pontas dos seus fios ficam mais protegidos contra as intempéries do dia.

Cabelos Ondulados

cabelo onduladoEsse tipo de cabelo está ganhando espaço entre as mulheres. Com um ar mais jovial e despojado, as ondulações dos fios, especialmente do meio às pontas estão entre os penteados mais pedidos no salão de beleza.

Ele é um meio termo entre o liso e o cacheado. Tem a raiz lisa e as pontas mais puxadas para o cacheado, quando é natural. Muitas mulheres com cabelos ondulados possuem a raiz oleosa e comprimento seco, isso dando a característica ondulada a ele. Quando ele está mais hidratado e saudável a tendência é que suas ondas fiquem mais definidas ou diminuírem.

Para manter o cabelo ondulado saudável, normalmente busca-se por produtos para cabelos mistos (veja as características para esse cabelo na primeira parte do nosso post). Entretanto, existem as pessoas que possuem eles secos ou oleosos por inteiro. Para cada estilo é importante comprar cremes condicionadores próprios.

Para esse tipo de cabelo é importante hidratar e usar um bom condicionador. Como já foi falado no post anterior, não passe condicionador na raiz, se seu cabelo é oleoso. A glândula responsável por fabricar a gordura que protege o couro cabeludo fica próxima à raiz. Usando muito condicionador nesse ponto, poderia obstruir a glândula e aumentar a produção de óleo.

Use creme de tratamento nas pontas, onde ficam as ondas. Faça banhos de creme a cada 15 dias, ou a cada uma semana, dependendo do problema do cabelo. Além disso, use produtos baseados em óleo, seja no creme ou puro, nas pontas dos cabelos. Estes produtos possuem a propriedade de agir de dentro para fora nos fios, hidratando mais profundamente.

Cabelos Crespos

crespoNesta categoria há quem possua os cabelos mais ou menos encaracolados. O que é comum para todos os cabelos crespos e que os diferencia dos ondulados é a raiz. A raiz, das pessoas que possuem cabelos crespos é enrolada. Ele se enrola desde a raiz até as pontas dos fios.

É muito mais comum encontrar pessoas com cabelos secos entre aquelas que possuem cabelos crespos. Quando os cabelos estão mais hidratados, menos ressecados, é possível ver que as ondas e os cachos ficam mais maleáveis, sedosos e, consequentemente, mais baixos e domados.

Entre as características mais vista em pessoas com cabelos crespos é a dificuldade em deixar os fios baixos. Eles ganham volume, seja pelos muitos cachos e ondas, seja pelo volume maios por ser um cabelo que tende mais ao ressecamento.

Muitas pessoas abusam do condicionador, quando possuem cabelos crespos. Não é necessário, todas as vezes que lavar os cabelos, passar tanto creme e não retirá-lo corretamente. Os condicionadores não devem ficar nos fios. Eles servem para deixar os cabelos mais sedosos, tratados e maleáveis, tratando durante o banho, somente.

Quando você vê a necessidade de não retirar muito creme dos fios, manter muito condicionador no cabelo mesmo ele estando seco, é hora de rever os aspectos dos seus cabelos, pois, provavelmente, ele está com algum problema.

Os cabelos crespos necessitam de banhos de creme e, também, do uso de creme para pentear. É esse o creme que deve ficar em maior quantidade no cabelo e não o condicionador. Ele é próprio para essa finalidade e, normalmente, possuem propriedade que protegem os fios do sol, vento e outras coisas. Use produtos destinados ao seu tipo de cabelo, para não danificá-lo. Sempre desembarace seus fios debaixo do chuveiro, enquanto ainda está no banho e com pente de madeira com dentes espaçados. Isso vai contribuir para que seu cabelo não ganhe volume e fique com aspecto elétrico.

Vamos falar ainda dos vários problemas que atingem os cabelos, como fazer para combatê-los e quais os melhores produtos para isso, focando no nosso querido creme condicionador. Não deixem de seguir nossas postagens, pois muita coisa boa vem por aí.

Guia do condicionador – Escolha o melhor produto para seus cabelos – Parte 1

Os cuidados com os cabelos abrangem várias etapas, principalmente se você vive na poluição, ou no vento, ou na piscina/mar. Vários fatores, como estes que acabamos de citar, podem danificar os fios e deixa-los opacos e sem vida. Entretanto, é possível mantê-los fortes, saudáveis e bonitos com dicas simples. Estas, que são feitas no dia a dia, podem contribuir muito para que seu cabelo se mantenha saudável em qualquer estação do ano.

Para começar, escolher os produtos que você usará diariamente é o primeiro passo para manter seus cabelos sempre saudáveis. É importantíssimo escolher os produtos que combinam com o seu tipo de cabelo, com o tratamento que você quer submetê-los, e produtos que tenham as propriedades que ele necessita. Parece complicado ficar atento a todos esses fatores, mas, no final, é bem simples.

Comece identificando o seu tipo de cabelo. Existem vários tipos, desde seco e crespo, até liso e oleoso. E, também, existe outra infinidade de produtos, cada vez mais específicos. Identificando o estilo do seu cabelo, pense em qual o problema que você está observando, que pode ser ressecamento, queda, pontas duplas, entre outros.

Para descobrir qual é o tipo de cabelo, identifique-se com uma das alternativas a seguir:

Começando pela constituição do cabelo, temos os tipos secos, oleosos e mistos.

Os cabelos secos

cabelos secos tipos de condicionadorEsse tipo de cabelo tem como característica principal serem mais opacos, ásperos, volumosos e sem brilho. Eles têm esses aspectos devido a pouca quantidade de gordura produzida pelas glândulas sebáceas. Estas glândulas são responsáveis por produzir substâncias que protegem o couro cabeludo e, consequentemente, os fios. A pouca produção de gordura pode ser advinda de vários fatores, desde fatores genéticos até tratamentos capilares.

É possível diminuir os aspectos sem vida que o cabelo possui com vários pequenos tratamentos, que podemos fazer em casa mesmo. Já falamos dos tratamentos para cabelos durante o inverno. Os deste post são para qualquer estação.

O creme condicionador e o creme para pentear devem ser usados sempre. Procure aquele que é próprio para o seu estilo de cabelo. Diminua o uso de chapinhas ou secadores. Caso você necessite usar, escolha condicionadores termoquímicos, estes possuem propriedades que protegem os fios do calor desses objetos.

Condicionadores misturados a óleos (que você mesmo mistura – comprados separadamente), ou que já possuam isso em sua constituição, são os melhores para cabelos que sofrem com o estilo seco. O óleo possui a propriedade de ser absorvido pela haste capilar, agindo, então, internamente nos fios. Quando ele entra nos fios, os mesmos melhoram o aspecto, de dentro para fora. Essa é uma ótima alternativa para tratar alguns problemas que foram causados pelo ressecamento prolongado.

Os cremes de hidratação são necessários em cabelos assim. Escolha aqueles que irão tratar os seus cabelos, levando em consideração não somente a constituição do mesmo, mas o problema que ele está enfrentando. Dependendo da danificação dos cabelos, faça o banho de creme com menos espaços de tempo entre um e outro. O máximo de banhos que devem ser feitos é um por semana, não mais que isso. Quando o cabelo já está mais saudável, diminua para um a cada 15 dias.

Cabelos Oleosos

cabelo oleosos dicas condicionar usarAo contrário dos cabelos secos, os oleosos são assim porque a glândula sebácea trabalha demais. Ela produz gordura excessivamente no couro cabeludo, por isso os fios ficam com aspecto engordurado, pesados, sujos e sem volume. O remédio mais utilizado pelas pessoas que possuem o cabelo com esse aspecto é lavar. Entretanto, às vezes, você lava pela manhã e, à tarde, ele já está com cara de sujo.

É nessas horas que se faz necessária uma intervenção de rituais diários para manter os fios mais limpos, saudáveis e leves durante todo o dia. Para começar, nada de usar condicionador na raiz do cabelo. É naquele ponto que as glândulas sebáceas se localizam e, passar creme ali, poderia somente aumentar ainda mais a produção de gordura, principalmente por entupir as vias de acesso da mesma.

Sempre utilize o condicionador para o seu tipo de cabelo. Se você usar um para cabelos secos com certeza o aspecto oleoso irá piorar. Use água morna para lavar os cabelos, pois a fria ou a quente poderia estimular a maior produção de gordura. Não faça massagens com o condicionador no couro cabeludo. Ela poderia estimular ainda mais a produção de óleo no couro.

Secador e chapinha devem ser usados com moderação. O secador deve ficar a uma distância segura de pelo menos 15 centímetros. Como a água quente, o calor do secador poderia aumentar a produção de gordura no couro cabeludo.

Cabelos mistos

cabelos mistos dicas de condicionadorQuem tem cabelos mistos pode se dizer um afortunado do destino. Este é o melhor tipo de cabelo, tendo tudo na medida certa, como oleosidade, volume e brilho normais. Porém, deve ter cuidados, pois a possibilidade dele virar seco ou oleoso é grande.

A melhor maneira de cuidar dos fios mistos é manter. Por isso, escolha condicionadores para seu tipo de cabelo. Não o use na raiz, pois, assim como os cabelos oleosos, isso poderia contribuir para aumentar a produção de gordura.

Procure condicionadores ou cremes para pentear que possuam filtro solar neles. A exposição ao sol poderia danificar os fios, tornando-os mais secos. Como se trata de cabelos mistos, faça hidratações de manutenção, ou seja, de 15 em 15 dias, e com cremes que correspondam ao seu tipo de cabelo.

Ainda temos muitas outras dicas sobre o condicionador de cabelo. Então, não deixe de ver a segunda parte deste post. 

Férias de Julho – Arrumando as malas eficientemente

dicas de como arrumar as malas com perfeiçãoAs férias de julho estão chegando e é hora de aprontar as malas para viajar. Para quem tem filhos, é hora de arrumar as próprias malas e a dos pequenos também. Agora começa, também, aquela velha mania das pessoas dizerem que mulher não sabe arrumar mala, levando mais roupa do que o necessário nas viagens. É super normal isso acontecer, afinal não teremos nosso guarda roupa (closet, para as phynas) por perto para fazermos as combinações que desejamos na hora. Por isso acontece o método de arrumar mala chamado de “vaique”: Vai que vamos à piscina – acrescenta três biquínis para uma viagem para Campos do Jordão no inverno; Vai que tem uma festa de gala – acrescenta dois vestidos longos e com camadas à mala para uma viagem para a fazenda; Vai que passamos frio – quatro trench coats para uma viagem ao nordeste; e assim por diante.

Nada mais natural, especialmente para as mulheres, passar por essa tentação de encher a mala com várias roupas, para vários eventos, com diferentes combinações. Mas, às vezes, encher muito a mala pode dar até prejuízo. Para uma viagem de avião, as malas muito pesadas tem uma cobrança a mais e, digamos, ela é muitas vezes salgada. Quando acontecem viagens ao exterior, essa cobrança pode ficar ainda mais cara. Em uma viagem de ônibus, por mais que o bagageiro deste seja grande, você terá que carregar suas malas dentro da rodoviária, levar até o taxi, movimentar-se, enfim. Por mais que ela tenha rodinhas, uma mala muito pesada fica difícil de transportar. Mesmo que não seja uma viagem de avião, seja de carro, o porta malas tem um espaço limitado. Se você não quiser colocar malas e mais badulaques no seu colo e no colo dos passageiros que irão viajar com você, é hora de começar a planejar melhor suas malas de férias.

Dicas de como arrumar as malas corretamente

como organizar e arrumar a mala corretamentePara começar, pense nos dias que você irá passar no local para onde irá viajar. A partir dos dias você irá começar a pensar nas roupas que irá adicionar à sua mala. Com o calendário em mãos, é hora de saber o clima de lá. Se for clima frio, pelo menos normalmente naquela região que você está indo, escolha mais roupas quentes. Se o clima for tendendo para o calor, escolha mais roupas frescas. No caso de você estar realmente em dúvida, escolha mais roupas frescas, mas leve dois casacos quentes, pelo menos, afinal a roupa fresca pode servir para o dia frio, com os devidos casacos, e para o dia quente.

Uma das principais dicas, e que eu faço, é anotar, em um papel, os dias que você irá passar em tal local e, para cada dia, escolher três combinações de roupa. Claro, é importante pensar o que será feito nos dias que você passará lá. Um exemplo é ir para uma praia. Normalmente, você escolhe um biquíni e uma canga e passa o dia todo com ela. A noite irá escolher outra produção, pensando no que fará, como ir a um restaurante, um barzinho, passear pela orla, conhecer as feirinhas de artesanato, entre outros. Utilize as três produções como margem de erro, porque sempre corremos o risco de sujar, rasgar ou qualquer outra coisa uma das produções que havíamos planejado. Mesmo que o seu caso não seja ir à praia, sempre coloque uma produção a mais no seu dia, pois ela servirá para o imprevisto.

Pensando no “vaique”, podemos usar essa possibilidade, porém com cautela. Claro que você irá levar uma roupa mais formal, mas ela deve ser mais flexível. Um vestido longo não seria o ideal para uma saída a uma boate, certo?! Da mesma forma, um vestido super curto, bem ajustado ao corpo, também não cairia nada bem em um casamento. Por isso, pense no meio termo. Um vestido que combinaria perfeitamente com um evento mais formal, ou com uma balada. Acredito que isso é questão de acessórios. Um vestido meio termo com um sapato dourado ou prata, com uma bolsa com brilho e uma maquiagem poderosa combina perfeitamente com uma boate. Já, este mesmo vestido, com um scarpin mais formal, uma clutch seguindo o estilo do sapato, uma maquiagem chique, porém menos extravagante, poderia muito bem te levar a uma festa mais chique e formal.

O que não pode faltar na mala?

Entre os itens que não podem faltar na mala, pense em um short jeans, um casaco, pijama, chinelos, calça jeans (depende do clima do lugar, mas uma calça, pelo menos, é importante), camisetas (são neutras, podem ser usadas com várias peças), entre outros, dependendo do seu estilo e necessidade.

Logo mais traremos mais informações pertinentes para você arrumar a sua mala e, é claro, dos filhos, marido, amiga e quem mais precisar da sua ajuda.

Brasil em Foco – Copa do Mundo 2014 também influenciará a Moda

moda feminina copa do mundo 2014 GivenchyEste ano já está envolto com grandes competições que serão sediadas no Brasil. É possível ver que grande parte das notícias transmitidas nos telejornais é em relação aos vários eventos que serão sediados em nosso país. O Brasil está se movimentando para conseguir receber bem os turistas e mostrar que não somos somente um país com belas praias, mas que também temos organização para ter eventos grandiosos (será que conseguiremos?).

Mas não é somente dentro do nosso país que está ocorrendo uma maior movimentação. Vários países já estão se preparando para os eventos, seja para competir, transmitir ou vir em peso assistir as competições. Entretanto, parece que não são somente os setores do esporte e do turismo que irão ganhar com toda essa movimentação: a moda também entrou na onda.

O Brasil foi o escolhido para ser tema de várias grifes gringas, que viram na exuberância de cores e possibilidades que nosso país tem, lindas estampas e estilos para compor coleções. Entre os principais destaques, as marcas se inspiraram, é claro, em um dos principais cartões postais do Brasil: o Rio de Janeiro (alguém tinha alguma dúvida?).

Contudo, não foi só a beleza da natureza que as coleções estamparam: as favelas também fazem parte das inspirações. Vários outros temas relacionados ao Brasil fazem parte das coleções das grifes internacionais, mas a cultura carioca é aquela mais preponderante entre as peças.

Entre os estilistas que caiu de amores pelo Brasil, o Riccardo Tisci, da marca Givenchy criou uma coleção musculina chamada “Favela 74”. A coleção foi criada para a pré-primavera 2014 e tem como proposta a naturalidade e a confiança. Isso foi baseado na ideia que os homens mais rústicos, especialmente aqueles que vivem em favelas, têm total confiança em sua sexualidade, não se importando em usar sofisticação e refinamento (o que não os deixariam menos másculos). O tropicalismo e o urbano se combinam nessa coleção, a qual vem como estampas florais, misturadas aos camuflados.

moda para copa do mundo 2014 - Gucci

Já para a marca tendência, Gucci, o sol, e o Rio de Janeiro ensolarado foram suas principais inspirações. Para isso, uma coleção com muito brilho e cores metálicas apareceu. Como já falamos em outro post, sobre o xadrez da Louis Vuitton, a ilusão de ótica vem diretamente do passado para virar tendência. Na Gucci, o brilho holográfico faz as honras e mostra como é o verão das praias cariocas.

O refinado é associado ao despojado dos brasileiros, com cortes fáceis, que deixam as peças leves e soltas, ao estilo do carioca. O casual e o colorido também se mostram, algo que é bem ao estilo do brasileiro que ama a praia.

Entretanto, casacos e lurex dourado também entraram na coleção, o que pouco tem a ver com o verão carioca (male mal com o inverno, porque frio mesmo é difícil nesse estado). Entre as estampas, os animais, os sombreiros, os corações, as listras e os barcos tentam passar um pouco da atmosfera praiana que existe no verão carioca.

Como é de praxe, a probabilidade de outras marcas famosas entrarem na tendência é muito grande. Mas, parando para pensar, como o Brasil agora é tendência, porque não ir atrás daquelas marcas que já usavam detalhes de nossa cultura e natureza para criar suas peças e estampas? Nada como ficar na moda dando apoio às marcas nacionais e, ainda, com um custo mais baixo do que aquele que será visto nas peças da Gucci ou da Givenchy (não deixe de ler o post sobre a falsificação).

O bom mesmo é saber que o Brasil é tendência. Por isso, você, brasileiro, vai ser moda com ou sem as marcas badaladas!

Parka – Militarismo nos casacos

O militar realmente veio para ficar nas estações frias de 2013. Ele virou coringa na hora de montar um look, seja para o dia a dia, para o trabalho e, até mesmo, para a balada. Shorts, saias, blusas e casacos com pegada militar estão em todos os lugares, especialmente nas vitrines.

Parka Militarismo nos casacos

Como já falamos da tendência aqui (em um post somente sobre militarismo), hoje iremos aprofundar em uma peça militar que está sendo a mais queridinha dos dias frios: a parka. Os primeiros a usar tal casaco foram os soldados da Força Aérea Inglesa, com parkas verdes e com o escudo da força aérea estendido no peito.

Na década de 60, a parka se popularizou através de uma cultura denominada Mod (ou modernismo). Eram jovens de famílias de classe média que seguiam e ditavam tendências da moda da época na Inglaterra. Eles eram ligados socialmente ao comércio de tecidos em Londres, provavelmente esse o porquê de serem tão ligados à moda.

casacos militares moda feminina

Mas não era só de moda que os Mods viviam, eles eram muito ligados às músicas. Entre as bandas que faziam parte desse movimento cultural, temos a The Who (aclamada até hoje) e The Yardbirds.

Além disso, popularizaram os pubs londrinos (local em que eles se encontravam), as lambretas, ou vespas, entre outras coisas, que se tornaram mundialmente conhecidas através desses ditadores de tendências. Em um filme dirigido pela banda The Who, os protagonistas vestiam parkas e mostravam que tinham orgulho de seus antepassados que lutaram nas guerras.

moda casacos femininos 2013 militar

Mesmo que não estejamos vendo o renascimento dos Mods, a parka é figurinha carimbada em vários looks, especialmente quando se trata de dias frios. Por ser um casaco originalmente usado em trincheiras e em guerras na Europa, ele tem características bem diferenciadas. Além da cor, que segue o padrão de tonalidades ligadas ao militar, como verde, cinza, azul, ele também é mais largo, ultrapassa a linha do quadril, é impermeável e, volta e meia, traz um capuz.

casaco militar para mulheres comprar

Como usar os casacos Parka – Estilo Militar

Não é nada difícil de usar o casaco. Primeiro, pense aonde você irá com ele, afinal ele passa a impressão de ser menos formal. É claro que é possível usar tal casaco em ambientes de trabalho. Para tanto, associe-o a calça skinny, sapatilha e uma blusa mais sequinha e básica, afinal o casaco é largo e chamará a atenção; ele será o ponto chamativo da sua produção. Associá-lo com itens menos “chegueis” deixará a produção um pouco mais formal.

casaco parka militar como usar

Mas se o caso é usá-lo em outras situações, pense no esquema do estilo Rock n’ Roll: é possível misturar estilos, especialmente os mais delicados com o casaco. Contudo, a primeira e única dica é usar a parka com peças mais sóbrias, nada muito colorido.

Os vestidos são muito bem vindos com a parka, especialmente aqueles de médio a curto comprimento. Opte por vestidos não muito largos, pois a parka já é mais larga, poderia dar a impressão de você ter quadris mais largos e pneuzinhos que não existem.

Short e calças destroyed deixam o look mais os estilo Mod de ser. Opte por peças mais justas, balanceando o casaco largo com as peças mais sequinhas. Saias e vestidos com brilho, com a parka por cima, são uma opção para as baladas.

casaco parka modelos outono-inverno 2013

Roupas com estampas também caem muito bem com o casaco militar. Procure combinar as cores das estampas das peças com o casaco, para deixar a produção mais harmônica. Para os sapatos: sapatilhas, saltos e botas ficam ótimos. No caso de dias mais frios, procure por sapatos mais fechados, pois eles combinarão melhor com a parka quietinha. Entre as principais pedidas, em se tratando de calçados, as botas, como biker boots e coturnos, são as principais pedidas, pois corroboram com o estilo.

Não deixe de olhar as fotos que separamos para vocês, com inspirações para montar looks de arrasar no inverno.

Biscoitos de coração – receita para o dia dos namorados

biscoito-de-coracao-recheado-dia-dos-namoradosEstá em dúvida ainda (mesmo depois do nosso post com várias ideias) de presente para dar para o seu amado (ou amada) neste dia dos namorados? O que acha de inovar e fazer o presente? Ou, quem sabe, você está com pouca grana e quer economizar fazendo o presente você mesmo?

A solução é um biscoitinho delicioso, prático e que vocês dois poderão comer juntos, com muito amor: o biscoito em formato de coração. Pode ter certeza que sua cara metade irá adora a surpresa! Então, anote aí os ingredientes e mãos à obra!

Ingredientes para o biscoito de coração:

  • Duas xícaras de chá de farinha de trigo integral ou farinha branca
  • Uma xícara de chá de amido de milho
  • Uma e meia xícara de chá de açúcar mascavo ou açúcar comum
  • Duas gemas de ovos
  • Uma colher de chá de essência da sua preferência (para essa receita usamos a de baunilha)
  • 150 gramas de margarina light
  • Raspas de limão a gosto

Para o recheio, use doce de leite ou goiabada cascão (ou outro doce, de sua preferência)

Modo de preparo:

No liquidificador, misture todos os ingredientes. Misture até que fiquem com aspecto homogêneo, em uma massa pastosa. Depois, limpe uma superfície lisa, que pode ser a bancada da pia ou a mesa, polvilhe farinha ou achocolatado e disponha a massa já misturada. Com um rolo de madeira, abra a massa. Ela deve ficar fina, porém sem arrebentar.

biscoito de coracao receita

Para deixar os biscoitos em formato de coração (pode ser em outro formato, também), você irá precisar de uma forma para cortar a massa. Isso pode ser encontrado em casas de festas e, até mesmo, em supermercados maiores. Depois de cortados os biscoitos, preaqueça o forno por dez minutos.

cortador de biscoitos
Cortador de biscoitos

Em uma assadeira, disponha os biscoitos, deixando espaço entre eles para que cresçam. Não é necessário untar a assadeira. Coloque no forno e deixe até dourar. Retire do forno e deixe esfriar. Quando os biscoitos estiverem já mais frios, retire da assadeira. Se você tentar retirá-los ainda quentes, correrá o risco de quebrá-los.

Leve ao fogo o recheio, que pode ser goiabada cascão, doce de leite, geleia, chocolate, entre outros. Espere o doce ficar mais pastoso, soltando bolhas para, só depois, acrescentar ao biscoito.

Com os biscoitos já mais frios, passe o recheio da sua preferência em um biscoito e una ao outro biscoito. Você pode usar, também, algum doce light, afinal o tem a opção de fazer o biscoito com farinha integral e açúcar mascavo. O que conta é usar ingredientes que serão do gosto de seu amor, afinal esse é o objetivo do biscoito.

Alguns models de coração e recheios para o biscoito

Floral para o Inverno – Tendência

As flores são, normalmente, usadas mais na primavera e no verão. Entretanto, elas estão aparecendo cada vez mais nas roupas das fashionistas agora, nas estações frias. Entre as principais pedidas, os vestidos de gala desfilam nos tapetes vermelhos país afora.

Estampas-florais-nas-passarelas-moda-outono-inverno-2013

Entre as marcas que sempre inspiram outras para criar coleções, a Dior e a Valentino apostaram no floral para o verão 2013, que é o nosso inverno. Claro, isso tem uma boa explicação: as duas marcas estão querendo ampliar seu público. Tudo bem, as grifes já têm um grande público, porém seleto (leia-se: pessoas ricas), por isso criam coleções diferentes (que, às vezes, fica mais para as fashionistas ou, somente, nas passarelas). Contudo, eles estão querendo tornar as peças mais comercializáveis. Por isso, criaram uma coleção mais popular e democrática.

roupas-florais-outono-inverno-2013

As peças das duas marcas vieram com cores mais claras, além de levarem duas tendências nos principais detalhes das roupas das coleções, que são as rendas e os bordados. Mesmo com uma coleção mais democrática, é difícil comprar qualquer peça das duas marcas (salve as pessoas que estão muito bem financeiramente). Nem por isso vamos deixar de nos inspirar nas tendências, que logo mais serão figurinha carimbada nas outras marcas, especialmente nas brasileiras.

Para a coleção da Dior, a marca trabalhou os tons claros, especialmente com fundo branco, com tonalidades fluo e candy. As combinações ainda levam renda, o que deixou cada detalhes uma obra de arte nas peças. As combinações de cores, como o branco, o fluo e o candy, são sobrepostas, em que cada peça pintada à mão. As peças têm modelagem mais ampla, dando um ar mais contemporâneo e feminino, além de leveza e movimento aos tecidos e à pessoa que usar a peça.

Tomara que caia com saias midi, acinturado; balonês; e vestidos de corte reto foram as principais apostas. As flores são feitas em bordado, o que deixa a peça ainda mais bonita, com flores coloridas extrapolando o plano da roupa. As misturas de cores, como preto, cinza, amarelo e nude dão a impressão de que se trata de um campo com flores selvagens.

vestidos valentino florais outono inverno 2013
Vestidos Valentino

A grife Valentino apostou na combinação de flores e da estampa barroca. Tal estampa já foi abordada aqui no Portal Divas e é uma das cotadas para ser a queridinha do inverno. O arabesco, estampa mais usada no barroco, se mistura às flores, como em um jardim renascentista, em que obras de arte contracenam com as flores. As cores são mais sóbrias, tendo como base o nude, o branco e o marrom.

vestidos-valentino-outono-inverno-2013

Em contraposição à coleção da Dior, a marca Valentino fez peças mais simples, com apliques e transparências. As flores são aplicadas no vestido, corroborando com a cor, tendo poucos detalhes de outras cores. As cores, normalmente, combinam e são afins, dando harmonia e formalidade a cada peça.

christian-dior-alta-costura
Vestidos Christian Dior

Os vestidos vêm em camadas, com saias em evasê, cinturas marcadas e decotes fechados. O principal destaque foram as costas, que ora vem pelada, ora vem com pequenos recortes nos tecidos.

paris-haute-couture-dior
Vestidos Dior

Como se trata de alta costura, escolher vestidos com estampas parecidas, não necessariamente das marcas abordadas, é uma possibilidade para pessoas que estão em dúvida do que usar nas festas de gala, como casamento e formatura, que virão por aí. Por isso, inspire-se nas duas coleções, e nas fotos da nossa galeria, para, quem sabe, usar a tendência em algum evento mais formal nesta ou na próxima estação; afinal, Dior e Valentino são, realmente, grifes para se inspirar.

Confira mais looks florais em nossa galeria:

[Galleries 67 not found]

Cinco filmes para o dia dos namorados

Essa é uma dica para quem está namorando, casado, ficando, e para aqueles que estão solteiros. Nada como um bom filme romântico para aquecer o amor ou para inspirar aqueles que ainda estão procurando ou somente curtindo a vida.

Trouxe dicas de cinco filmes românticos, alguns para rir e outros para chorar, mas todos aclamados como ótimos filmes de amor:

10 coisas que eu odeio em você

10 coisas que eu odeio em vocêPra quem é dos anos 80 e começo dos anos 90, esse filme fez a diversão e o coração. Ele mistura comédia com amor adolescente. Humor tranquilo, sem palavrões fortes, sem cenas de sexo e com um enredo bem divertido e tranquilo. A trama acontece com um novo aluno que cai de amores por uma patricinha fútil do colégio. Entretanto, a garota não pode namorar, o que causa uma reviravolta e um plano mirabolante, que junta a irmã carrancuda, o melhor amigo e o bad boy da escola. Vale a pena ver o filme e, depois, dar uma olhada na trilha sonora, que vai desde Joan Jett, Letters to Cleo, Barenaked Ladies, The Cardigans, Sister Hazel até a extinta Save Ferris (amo demais!).

Grandes Esperanças

BGrandes Esperancasaseado em um livro do Charles Dickens, o filme foi lançado no final da década de 90, sendo uma refilmagem, pois já existia uma adaptação anterior, criada em meados da década de 40. O enredo mostra a história de um jovem, humilde, que se apaixona por uma menina rica e criada por uma tia excêntrica que sofreu uma decepção amorosa forte no passado, e cria a menina para ser fria com os homens e não amar. O enredo conta com ótimos atores, como Gwyneth Paltrow e Robert De Niro. Entre as cenas e detalhes do filme, atente-se à cor verde, que faz aparições como se fosse um personagem à parte. A fotografia é uma das mais belas, mostrando lindas paisagens.

Orgulho e Preconceito

Orgulho e PreconceitoFilme também adaptado de um livro (que vale muito a pena ler), da autora Jane Austen, famosa por romances açucarados, mostra a vida de uma família de classe média/baixa no século 19. Como era costume na época, as mulheres deveriam casar novas, especialmente com partidos ricos. A história do filme mostra as idas e vindas dos amores das irmãs Bennet, especialmente Jane, uma jovem que não agrada nada da maneira que a sociedade postula que a mulher deve agir. Por isso, ela decide que não irá casar, declinando vários pedidos. Porém, um certo homem muda seus conceitos de maneira surpreendente. Romance de época excelente para visualizar costumes e maneiras, especialmente para aqueles que gostam de história.

P.S. I love You

P.S. I love YouEntre os filmes românticos, esse está, com certeza, no grupo de filmes para chorar. O filme mostra um casal apaixonado, perfeito, feliz. Até aí tudo bem, se o Gerry, marido da Holly, não morresse. O filme mostra a luta da mulher para superar, com uma pequena ajuda do seu amado morto. Não é um filme de espiritualidade, mas, sim, de um grande amor, que a morte não separou. Vale a pena assistir com pacote de lenços do lado, porque as lágrimas irão aparecer, uma hora ou outra.

Titanic

titanicConsiderado um dos filmes mais românticos das últimas décadas, não poderia ficar de fora da lista. Por mais que eu acredite que a maioria das pessoas já tenha visto o filme, ele realmente tinha que aparecer entre os filmes para serem vistos no dia dos namorados. Para você que ainda não conhece, fica a dica: tem como pano de fundo as explorações do navio chamado Titanic, que afundou em 1912. Para contar o que aconteceu no acidente do legendário navio inafundável que levaria várias pessoas de Southampton para Nova Iorque, uma senhora, sobrevivente, é levada ao local do acidente. Ela relembra o acidente e o caso de amor que teve com um passageiro. Entre fugas e jantares chiques, o amor surgiu entre a menina Rose, passageira da primeira classe, noiva de um magnata do aço, e um jovem desenhista, pobre e sem futuro.

Esse também é um filme para assistir com a caixa de lenços de papel do lado, mas vale a pena, não somente pelo romance, mas por ser um clássico do cinema.  

Se tiver algum filme para indicar que tenha tudo a ver com o dia dos namorados, use abaixo nossa área de comentários.

Saia em A – Tendência para o Outono/Inverno

O frio pede, realmente, roupas mais quentinhas. Mas, sendo atípico ou somente controverso, o outono/inverno deste ano está com as pernas de fora. Claro, não é necessário passar frio para ficar na moda; uma meia-calça cai muito bem com as pernas de fora, por isso mesmo já falamos tudo sobre ela em outro post.

Pois hoje iremos falar de uma saia que já está entre as favoritas para as estações mais frias, e, devido ao seu corte, pode ser usada por qualquer pessoa, com qualquer biótipo: a saia em A. Essa saia vem em diferentes maneira, desde a cintura alta, até com um leve babado nas pontas. Já vi blogueiras comentando muito sobre a nova sensação, chamando-a até de peplum invertido (aquelas que vem com um leve babado ao final). Mas, o que importa mesmo, é que essa saia está ganhando cada vez mais espaço no guarda-roupa de inverno e é super versátil, podendo ser usada em diferentes ocasiões.

Diferenças da saia A para as outras saias

Para começar, vamos saber o que essa saia tem de diferente das outras. O corte dela, normalmente, vem desde a cintura, onde é acinturada, modelando o corpo, até, mais ou menos, o meio da coxa. Ela é mais justa até o quadril, ficando solta depois dessa parte. Se você olhar, ela realmente lembra a letra A, ou um triângulo ao contrário, pois é justa na cintura e quadril, ficando mais solta depois desse local.

Saia-em-A- Dior

Ela foi muito popular nos anos 50 quando Christian Dior criou uma coleção chamada A-Line. Naquela época, a saia vinha com tecido um pouco plissado, o que dava movimento e leveza à peça. Yves Saint Laurent criou, logo em seguida, a saia trapézio, com o mesmo estilo da saia em A, porém perdendo o plissado e alguns centímetros de tecido. Na década de 60 surgiu a minissaia, e que virou febre desde então.

Nos anos 80, a saia em A fez companhia aos blazers com ombreiras, até o início dos anos 90, em que ela ficou mais esquecida, assim como as ombreiras que marcaram as blusas e blazers. Ela volta agora em todos os comprimentos, desde as mídis até as saias mais curtas, quase mini.

Para as mulheres com quadris largos, a saia é uma ótima opção, pois disfarça o quadril mais largo. Em contrapartida, para aquelas que têm o quadril mais estreito, a saia também pode disfarçar, especialmente se você usar uma mais larga e curta. As versões com um leve evasê ou babado ao final da saia, especialmente nas saias mais curtas, causam a impressão de que os quadris são mais largos.

Como a saia é mais solta, você poderá usar uma blusa larga até a área em que a saia fica mais larga. Isso, também, ajuda a aumentar o quadril. Moletons mais sequinhos e compridos ficam ótimos com saias em A, ainda mais para dias mais descontraídos. Para eventos mais formais, opte pela saia mais comprida, chegando próxima ao joelho. As cores, para a saia em A usada em eventos mais formais, podem ser mais sóbrias, enquanto aquelas usadas em dias mais descontraídos podem ser mais fortes.

Usar camisas transparentes para dentro da saia em A pode ser uma opção para uma balada, em que você associa duas tendências, que é a transparência e a saia. As saias com um leve babado ao final ficam ótimas nessa combinação, especialmente as mais curtas.

Os sapatos podem variar. Desde botas de cano longo, médio e curto, até scarpins. A Cuissard Boots também vai bem com a saia em A (não deixe de ler o post sobre essa bota).

Não deixe de ver nossa galeria de fotos para se inspirar e entrar com tudo nessa tendência.

[Galleries 66 not found]